Resenha: Procura-se um Marido

Autora: Carina Rissi
Editora: Versus
Páginas: 472

Sinopse:

Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.

"Deus me livre! Esta seria a maior infelicidade
de todas! Achar agradável um homem que
decidimos odiar! Não me deseje esse mal.
-JANE AUSTEN, Orgulho e Preconceito"

Depois que li Perdida (pra saber mais clique AQUI), uma amiga me informou que Procura-se um Marido também seria uma boa leitura, e foi,tanto que levei 2 dias e meio para ler!
A Carina Rissi, na minha humilde opinião, é uma das melhores autoras da atualidade (e olha que leio muito e de tudo), e o melhor? É brasileira!!!!!

Vamos falar do livro agora?

Como a sinopse já diz, Alicia é meio que deserdada pelo seu avô, que além de tudo, ainda a deixa com um tutor totalmente asqueroso. Uma das cláusulas do testamento a proibia de contestá-lo, pois perderia toda a herança e também não tinha nem namorado.
Alicia que nunca gostou de trabalhar é obrigada a ir trabalhar na L&L Cosméticos, uma das empresas de seu avô, chega lá se achando, pensando que vai ter algum cargo de gerência ou diretoria, porém para seu desespero descobre que será assistente de secretária, isso mesmo, ASSISTENTE! 
Na L&L ela acaba conhecendo Max, um gato de cabelos dourados e duas esmeraldas incandescentes no lugar dos olhos.
Como não aguenta seu tutor, se muda para a casa de Mari, sua melhor amiga, acaba que  precisa venda vender seu carro (ops, seu Porsche), pois começam a  chegar cobranças e mais cobranças, e é ai que começam suas viagens de ônibus (hahahaha).
Depois que ela coloca o anúncio no jornal e começam a aparecer os candidatos, totalmente sem noção, ela decide desistir, mas só depois de um último encontro, totalmente inesperado...
Depois daí é só confusão, dá pra imaginar né?

Super recomendo o livro, a leitura é gostosa, divertida, prende de verdade, não chorei copiosamente como quando li Perdida, até mesmo porque a parte mais triste é quando o avô da Alicia morre, mas as risadas são garantidas! 
As confusões em que a Alicia se mete são bem inusitadas, ela apronta cada uma que você acaba lendo o mesmo trecho duas ou três vezes só pra ter certeza que ela fez isso mesmo!
Mas apesar disso a  Alicia amadurece muito ao longo do livro.
Me identifiquei muito com ela sabem por que?
Assim como eu ela tem PAVOOOOR de borboletas (hihihihi)...

Bom, por hoje é isso.
Espero que tenham gostado e eu não tenha soltado algum spoiler indesejado.
Bjs, até a próxima!





2 comentários:

  1. Amei a resenha desse livro! Parece ser super divertido e com certeza vou adicionar na minha lista de livros para ler. A personagem principal me lembrou muito a Molly daquele filme "Grande menina, pequena mulher".
    Beijos

    http://ivelipaula.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, que legal! Já conhecia a autora porém nunca li nada dela. Também já vi muita gente falando muito bem sobre esse livro e Perdida, mas acho que esse seria mais a minha praia. Pretendo ler em breve.

    André Luiz
    Viajando Nos Livros

    ResponderExcluir

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.