[Resenha] Mil Pedaços de Você

27 julho 2017



Título: Mil Pedaços de Você
Título Original: A Thousand Pieces of You
Autora: Claudia Gray
Editora: HarperCollins
Páginas: 288
Compre: Amazon | Saraiva
Livro cedido pela editora 
Marguerite Caine cresceu cercada por teorias científicas revolucionárias graças aos pais, dois físicos brilhantes. Mas nada chega aos pés da mais recente invenção de sua mãe — um aparelho chamado Firebird, que permite que as pessoas alcancem dimensões paralelas.

Quando o pai de Marguerite é assassinado, todas as evidências apontam para a mesma pessoa: Paul, o brilhante e enigmático pupilo dos professores. Antes de ser preso, ele escapa para outra realidade, fechando o ciclo do que parece ser o crime perfeito. Paul, no entanto, não considerou um fator fundamental: Marguerite. A filha do renomado cientista Henry Caine não sabe se é capaz de matar, mas, para vingar a morte de seu pai, está disposta a descobrir.
Com a ajuda de outro estudante de física, a garota persegue o suspeito por várias dimensões. Em cada novo mundo, Marguerite encontra outra versão de Paul e, a cada novo encontro, suas certezas sobre a culpa dele diminuem. Será que as mesmas dúvidas entre eles estão destinadas a surgirem, de novo e de novo, em todas as vidas dos dois?
Em meio a tantas existências drasticamente diferentes — uma grã-duquesa na Rússia czarista, uma órfã baladeira numa Londres futurista, uma refugiada em uma estação no meio do oceano —, Marguerite se questiona: entre todas as infinitas possibilidades do universo, o amor pode ser aquilo que perdura?

Quem me conhece sabe que não sou nem um pouco fã de ficção científica, até me arrisco de vez em quando, mas raramente algo me prende, tanto em livros quando filmes ou séries, mas como gosto da ideia de universos paralelos, e foi isso  que me motivou a ler Mil Pedaços de Você, que foi uma grata surpresa.

Aqui conhecemos Marguerite, uma garota de 17 anos, que apesar de ter nascido em uma família de cientistas, é uma artista.

Seus pais fizeram uma importante descoberta, que existem universos paralelos, e mais ainda, eles descobriram uma forma de chegar até eles, e assim nasceu o Firebird.
Com o Firebird é possível ir de um multiverso a outro, com algumas limitações, é claro.

Marguerite cresceu cercada por teorias, e nunca imaginou que algum dia de fato fosse fazer parte disso.
Mas quando seu pai é assassinado, e tudo aponta para Paul Markov, um dos assistentes de seus pais, ela parte para outro universo com a ajuda de Theo, o outro assistente, em busca de vingança.
Ainda não sei se sou o tipo de pessoa que é capaz de matar um homem a sangue frio. Mas vou descobrir.
Por uma Londres futurista, ou um castelo na Rússia e outros lugares fantásticos, Marguerite vai conhecendo outros lados de Paul e começa a se questionar se ele realmente é o assassino que as evidências indicavam ser.


Mil Pedaços de Você foi como eu disse, uma grata surpresa, pois tem a medida certa de ficção científica e romance, a leitura me prendeu desde o início e compartilhei os questionamentos da Marguerite, e comecei a criar teorias, e confesso que apesar de algumas desconfianças que tive durante a leitura, o desfecho foi uma surpresa.

O Paul apesar de tudo indicar que ele era um assassino, não pude deixar de me apaixonar por suas diversas versões, e o Theo também foi um personagem que gostei bastante.
A Marguerite se saiu bem, apesar de tudo o que teve que enfrentar, e a dor de ter perdido o pai.
E através de flashbacks vamos entendendo melhor como eram as coisas na casa da da família de Marguerite, a importância dos meninos na vida deles, além do trabalho, e também a natureza dos sentimentos dela por Paul e Theo, rola uma confusão por parte dela, mas não chega a ser aquele tipo de triângulo amoroso massante.

Cada multiverso tem suas diferenças, mas também tem algumas coisas que não mudam, e nem sempre entender como as coisas aconteceram é tão fácil, como compreender os costumes de uma sociedade ultrapassada, e muitas outras coisas que não direi para não soltar spoiler aqui.

A narrativa é em primeira pessoa, sob o ponto de vista da Marguerite, e com uma linguagem de fácil compreensão, e a leitura flui super bem.
E a diagramação do livro está bem bonita, com imagens no início de cada capítulo.

O momento em que você descobre a verdade sobre alguém e vislumbram a verdade dentro de você. Nesse momento, você não pertence mais a si mesma, não completamente.
Matemática ou destino? Qualquer que seja a força que continua nos colocando juntos em um mundo atrás do outro, é poderosa. Inegável. Mas ainda não sei se essa força será minha salvação ou minha destruição.


Comente com o Facebook:

12 comentários

  1. POxa! Tem crime já me interessa, mas este de fato não me atraiu.
    Mas que bom que vc gostou e fez uma bela resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, Angélica! tudo bem?
    Eu gostei da premissa do livro, mas estou me perguntando se é uma série. Geralmente livros assim vem como trilogias ou mais. Será este o caso?
    Se não for, acho que me arrisco nessa leitura.
    Bjs!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  3. Eu acho as capas dos livros dessa série maravilhosas e tenho muita vontade de ler. Gostei bastante da sua resenha e fiquei ainda mais curiosa para a leitura. Parece ser um livro que me agradaria bastante.

    ResponderExcluir
  4. Oii, tudo bem?
    Confesso que esse livro infelizmente não me atraiu muito, mas não dá pra negar que a edição é linda. Fico feliz que tenha gostado, a resenha ficou ótima.
    Beijosss!
    Páginas Empoeiradas

    ResponderExcluir
  5. Uaaaaau, acabei de terminar a leitura da continuação desse livro e, ao contrário de você, eu adoro ficção científica, então, para mim, a obra deixou um pouco a desejar nesse quesito, e romance achei clichê demais =/ Não sei se lerei o último livro...

    ResponderExcluir
  6. Li meu primeiro livro de ficção científica esse ano e eu amei! O livro também aborda a questão do multiuniversos e esse tema me agrada muito! Já queria ler esses livros pela capa, agora pela história eu quero muito! Adorei sua resenha

    ResponderExcluir
  7. Não acredito que tem um crime envolvido nesse livro 😧 achei que era só romance 😂 Fui só pelo nome.
    Achei ótima sua resenha, fiquei super curiosa pelo desfecho.
    Já lerei pela capa, e agora lendo sua resenha tive certeza que preciso desse livro rs ..
    dica anotada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oii, tudo bem?

    Lembro de sempre ver esta capa nas Lojas Americanas, e acho bonita, mas como estava um pouco saturada de ficção cientifica juvenil/ Distopias acabei deixando passar. Mas ainda curto muito ler o gênero, tanto que tenho vários para finalizar. haha. Ainda bem que este funcionou para você, muito bom quando um livro não decepciona.
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu amo ficção científica! Acho que já disse isso aqui. E uma das coisas que mais amo nesse gênero é a possibilidade de viver em outros universos. Acho a capa desse livro bem bonita, mas ainda não tinha parado pra prestar atenção no conteúdo. Na verdade, acho que é a primeira resenha que leio dele. Gostei de tudo que você destacou. Acho que vou conferir em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Ao contrário de ti, gosto bastante de ficção científica e realmente não sou fã de romances. Adorei a premissa desse livro, essa ideia de viagens entre dimensões me atrai muito - fora que a edição está realmente muito linda. Já quero!

    ;*

    ResponderExcluir
  11. Oi! Li sua resenha meio por cima porque quero muito ler a série e fiquei com medo de receber spoiler rsrs Mesmo quando não contam o final às vezes tem algum detalhe que acaba escapando do outro livro, né?
    Mas enfim, adorei a forma como você escreveu sobre o livro e fico contente que a obra flui bem. Já eu adoro ficção científica e a ideia sobre universos paralelos me deixou ainda mais empolgada.
    As fotos estão lindas! Parabéns!
    Estou mega curiosa para começar a ler e espero que possa adquiri-lo em breve :)
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  12. Já ouvi falar dos livros dessa trilogia/série!?
    Acho as capas bem bonitas, mas infelizmente essa coisa de ficção científica não me agrada muito, mas você também disse que não curte e teve uma grata surpresa com esse.
    Talvez eu dê uma chance mais para a frente.

    ResponderExcluir

 
A. Libri © Copyright 2017 ♥ Ilustração by Vexels.com ♥ Design by Kris Monneska.