Resenha: Outlander, Diana Gabaldon

17 março 2016



Título: Outlander, A Viajante do Tempo
Título Original: Outlander
Autora: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 800
Compre no Amazon
Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.
Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?



Claire e seu marido Frank estão em uma nova lua de mel pelas terras altas, ele também está estudando sua árvore genealógica.
A vida está boa, mas quando Claire sai em uma expedição solitária e vai até Craigh na Dun, um círculo de pedras, ela misteriosamente se vê no mesmo lugas, porém em um ambiente diferente, em meio à sons de batalha, soldados começam aparecer e ela pensa ser alguma encenação.
Mas na verdade Claire voltou no tempo, para o ano de 1743, coisa que ela reluta em acreditar, quando finalmente se dá conta do que está acontecendo.

Perdida na floresta, Claire é atacada por um soldado inglês, porém um  escocês a salva. Se bem que salvar não seria a palavra correta, pois ela na verdade sai das garras do inglês para ser raptada por um grupo de escoceses.
Claire é levada ao clã Mackenzie, onde a princípio é tratada com desconfiança, pois todos acreditam que ela seja uma espiã inglesa, e acaba atuando como médica do local, por conta de suas habilidades como enfermeira.

Enquanto estava sendo levada ao clã, Claire conheceu o jovem Jamie, e as circunstâncias que vão surgindo e o destino pregarão uma peça nos dois, e ela acaba dividida entre a fidelidade ao marido que nem sabe se um dia voltará a ver e a paixão por Jamie.


Esse livro é enorme, repleto de situações e personagens, mas não irei falar mais sobre o enredo para não me prolongar demais e talvez até soltar spoilers.

Chegará o momento em que Claire terá que tomar difíceis decisões, assim como Jamie, que já sofreu muito na vida, mesmo com sua pouca idade (+- 23/24 anos).
A jornada dos dois é repleta de aventuras, e descobertas, tanto de segredos como de si mesmos.
Claire descobre em si uma forma maior que ela imaginava possuir, se transforma, se torna uma verdadeira guerreira, em todos os sentidos da palavra, capaz de tudo para lutar pelos seus.

Jamie apesar de eu ter tido vontade de matá-lo em mais de um momento, que mesmo entendendo o ponto dele eu não aceito, é um personagem forte, encantador e apaixonante com seus olhos azuis e cabelos ruivos.

A narrativa em primeira pessoa feita pela própria Claire é rica em detalhes e nos transporta para dentro das páginas.
Demorei pouco mais de dois meses para terminar a leitura, pois o livro tem 800 páginas repletas de detalhes, cenários, personagens, então li devagar  para não me perder dentro da história. Intercalei a leitura com outros livros também, pois como ele é pesado li apenas em casa e passo pouco tempo aqui.

Não citei os outros personagens não por não serem importantes, mas porque se fosse fazer isso iria deixar a resenha gigante e soltar milhares de spoilers.

O livro é excelente, uma leitura mais que recomendada e mal posso esperar para saber o que vem por aí!


Comente com o Facebook:

14 comentários

  1. Olá,

    gostei da sua resenha, confesso que não li nenhum dos livros da série, parecem ser interessantes. A foto ficou legal, parabéns pela publicação. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  2. Genteeeeeee!
    Preciso ler Outlander pra ontemmmmm mas acho tão grosso o livro e minha coragem diminui a cada dia hahahahahah
    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. O livro é bem legal, eu gostei mesmo da história. Porém… sempre tem um porém. A parte final do livro eu simplesmente achei desnecessário, foi só pra ter sofrimentos sem sentido. Eu detestei! O livro inteiro tem muita violência e algumas vezes ela está lá só pra adicionar um drama, sem o conteúdo sabe? É muita dor através de: perfuração de espada, castigos corporais, balas, estupros, açoitamento, surras… Isso sem falar das violências sexuais. Eu aceito a dor, algumas vezes até dor sem motivo, mas sofrimento em excesso não me agrada.

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Estou louca para ler esse livro. Realmente ele é enorme e tem que ler aos poucos mesmo.Que ótimo que você gostou tanto. Espero que os próximos volumes continuem te agradando.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. OIIIE
    as capas desses livros são lindas e essa série parece ser muito legal e interessante mas realmente não é meu gênero então nunca tive curiosidade a ponto de querer comprar e ler, mesmo assim, bela resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, tenho ouvido falar muito sobre essa série, mas confesso que não tenho muita vontade de ler. Adorei sua resenha, ficou ótima. Fico feliz por você ter gostado tanto da leitura, é maravilhoso quando isso acontece <3

    Super beijo
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  7. A cada nova resenha deste livro, mais curiosa eu fico.
    Estou prestes a largar toda a organização e colocar esta leitura no início da pilha de leituras pendentes.

    ResponderExcluir
  8. Eu tô louco por esse livro. Depois da sua ótima resenha fiquei mais curioso ainda. Não vejo a hora de adquiri-lo.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá! Eu tenho um carinho especial por esse livro, a primeira vez que eu li ele foi quando estava no ensino médio, isso foi por volta de 2008/2009, o pdf era de um daqueles grupos de tradução do orkut e eu peguei para ler em uma mini tela de mp4, fiquei tão imersa que até mesmo durante minhas aulas o lia. Pode ter certeza que ele é um dos meus preferidos da vida! Reli no ano de seu lançamento pela saída de emergência e não consegui fazer uma resenha, mas pretendo reler novamente e tentar mais uma vez rsrs...

    umreinomuitodistante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Eu li ano passado e amei, achei a personagem bastante representativa e empoderada, sabe. Apesar de ser um livro enorme, a leitura flui, gostaria de poder acompanhar a série.

    ResponderExcluir
  11. Olá Angélica, apesar desse livro e de todos os outros da série serem gigantes morro de vontade de lê-los e pelos seus e todos os outros comentários que li ele deve está muito bom *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  12. Estou assistindo a série de TV e amando. Quero ler os livros, mas por serem enormes ainda não iniciei. Pois tenho outros livros enormes aqui para ler também.
    Só posso dizer que sou encantada pelo enredo, paisagem, personagens!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Quero tanto ler essa serie! Só leio comentários positivos sobre ela e sua resenha só me instigou ainda mais minha curiosidade! Viagem no tempo é um tema que me encanta e Gabaldon parece ter feito um trabalho incrível utilizando-o. Gostei da resenha! ♥
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Faz tempo que quero ler esse livro, ou melhor, a série toda. O que me desanima é a quantidade de livros e de páginas. haha Eu sei que quando começar a ler vou adorar e me viciar, mas pensar em começar... da um desânimo né? ahah

    Eu não tinha muita noção da história e adorei conhecê-la um pouco através da sua resenha.
    O livro parece ter diversas batalhas e misturar bastante essa questão de fantasia/ficção com um lado medieval. Adoro isso.

    Beeijos, Erica Regina
    Blog Parado na Estante / Fanpage Parado na Estante

    ResponderExcluir

 
A. Libri © Copyright 2017 ♥ Ilustração by Vexels.com ♥ Design by Kris Monneska.