Resenha: Amigas (Im)Perfeitas, Leila Rego

30 julho 2015



Título: Amigas (Im)Perfeitas
Autora: Leila Rego
Editora: Gutenberg
Páginas: 389
SKOOB
Nina, Pâmela e Manuela são jovens adultas que chegam aos 30 anos de idade mantendo uma amizade desde os tempos de escola. Amigas inseparáveis, continuam curtindo as músicas da Legião Urbana – a trilha sonora de suas vidas – e, apesar de terem tomado rumos muito diferentes, elas conseguem se encontrar todas as quintas-feiras para a Noite do Batom, quando colocam o papo em dia, apoiam-se, dão risadas, trocam confidências e, é claro, falam mal dos desafetos, já que ninguém é de ferro.Pâmela, já casada, é muito bem-sucedida profissionalmente, não tem problemas financeiros e parece ter a vida perfeita. Mas só parece. Manuela é separada. Casou-se um dia para esquecer o grande amor da sua vida e não foi feliz, e hoje parece não ligar mais para as questões do coração. Mas só parece. Nina é a solteira que tem uma atração irresistível por cafajestes, que sempre a fazem sofrer. Implora para que Santo Antônio a ajude a ser feliz no amor, o que parece impossível. Mas só parece.Em uma Noite do Batom incomum, Manu inventa a OFI (Operação Faxina Interna) para ajudar Nina a superar mais um relacionamento frustrado. Junto de mais dois amigos, partem para uma divertida viagem que mudará para sempre a vida de todos. Com reviravoltas, aventuras e desventuras, será impossível você não se identificar com essas amigas, que, como todos nós, são imperfeitas em seus defeitos e problemas, mas perfeitas demais para não querermos repartir com elas as dores, as alegrias, os sonhos e a realidade de uma vida inteira.

Nina, Pam e Manu são amigas desde a infância. Mesmo com toda a correria cotidiana, elas se encontram toda semana para a Noite do Batom, onde se divertem e falam sobre tudo, especialmente sobre os trastes da Nina (logo mais falo sobre eles).

No colégio, elas juntamente com Kau, (que por algum motivo foi embora alguns anos atrás e nunca mais deu notícias), formavam a turma dos Lokes, sempre se apoiando e estando presente quando alguém da turma precisava. O Kau é o que mais sofria é claro, pois as meninas inventavam cada uma e ele sempre dava cobertura.

Agora chegando na casa dos 30, Manu que se casou com um namorado da época do colégio está separada e tem um salão de beleza super badalado, Pam é casada e bem sucedida, dona da própria empresa e Nina tem uma clinica de massagem e quanto aos relacionamentos...essa não dá sorte de jeito nenhum.

Nina perdeu o pai na adolescência e depois disso sua mãe ficou devastada, e acabou negligenciando Nina, que agora vive sozinha.


Nina tem um dedo podre quando o assunto é homem, pois ela é aquele tipo de mulher que está desesperada para casar, pois se acha muito velha para estar solteira aos 28 anos. Mas Nina é ingênua e lhe falta o amor próprio, pois cada traste que aparece ela já jura amor eterno e se apaixona loucamente, e um desses trastes é Marcelo, que ela conheceu em um bar e depois de uma noite de sexo desapareceu, sem deixar contato e nem nada. Nina é claro passou seu telefone e fica esperando desesperada a ligação do safado.
Como Maomé não vem até a Montanha, a montanha resolve ir até Maomé, assim Nina se vê sozinha, sentada em um bar esperando Marcelo aparecer, e assim começa esse relacionamento unilateral.

Depois desse dia no bar, Nina e Marcelo engatam aquele relacionamento que: ele aparece quando quer o corpinho dela, ela acha que o ama e que ele a ama e que vai mudar, mesmo que suas amigas e a cidade toda avisem que o cara não presta, ela simplesmente não aceita.
Logo começa faltar nas Noites do Batom, entre outras coisas, pois ela faz isso quando está apaixonada, acaba deixando as amigas de escanteio. Sorte que tem boas amigas.

Quando ela enfim percebe o traste que Marcelo é, Manu sugere uma OFI - Operação Faxina Interna para Nina tentar esquecer o sem-vergonha e assim Manu, Nina, Nathan, um nerd muito lindo amigo de Manu e Alexander, um cara bonito, gentil e misterioso que aparece na vida de Nina, tiram uma semana para se divertir, viajar, e tentar esquecer. cada um tem seu fantasma da passado ou não tão passado assim.


Devo deixar claro que apesar de ser um pouco ou muito cabeça de vento, depende do ponto de vista, a Nina é uma personagem cativante, e amadurece muito durante a história.

A amizade delas é linda e o Nathan e o Alê entram para o grupo somente para somar. São dois homens totalmente diferentes, mas igualmente especiais (a periguete literária em mim ficou na dúvida).

O livro é ambientado aqui em Campinas, e nada melhor que um livro onde vc sabe exatamente onde os personagens estão né? Hahahaha!
Quando a OFI começa eles partem para várias aventuras, em São Paulo, Piracicaba e por aí vai....
Eu amei os personagens serem aqui de Campinas. Sério. Me apeguei tanto a eles que fico me imaginando encontrando eles no shopping, sei lá hahaha!

Outra coisa que amei nesse livro foi a trilha sonora, repleta de Legião Urbana! Amo as músicas da Legião, e as músicas e trechos citados se encaixam perfeitamente em cada momento!
Renato tinha o dom de compor canções que falam de nós, do nosso dia a dia, dos nossos problemas amorosos, dos nossos sentimentos, dúvidas e incertezas das coisas grandiosas da vida. E das mais sutis também. Talvez por isso suas músicas continuam tão atuais e tão gostosas de se ouvir e cantar.

Amigas (Im)Perfeitas é um chick-lit delicioso que fala sobre a força e o valor da amizade, fala de amor, de crescimento, e como principalmente ter amor próprio é essencial.

O livro é narrado em primeira pessoa pela Nina, o que me rendeu boas gargalhadas com as loucuras dela. Coitado do Santo Antônio, ela virava o santo de cabeça pra baixo, deixava ele na água, entre outras coisas bizarras.
"Cala a boca!", pensei fuzilando sua nuca transversalmente para ter certeza que a glândula pineal seria destruída, dizem que é lá que fica nossa alma. Assim, nem em outra vida ele voltaria para me azucrinar.
Nunca saberei. Comecei a imagina como a vida é misteriosa. Cada suspiro, cada passo e cada segundo de tempo podem mudar completamente o nosso futuro, sem que nós nunca saibamos quais seriam as outras direções que poderíamos ter seguido. 
Meu primeiro contato com a escrita da Leila foi com Pobre Não Tem Sorte e Pobre Não Tem Sorte 2 que se tornaram meus queridinhos também. A Leila tem uma escrita muito fluída.

A diagramação do livro está a coisa mais linda também!







Comprei o livro ano passado direto com a Leila e ele veio autografado e com vários mimos que agora não sei onde estão.

As trocas de mensagens ão no padrão antigo, tipo Nokia, pois a história se passa em 2003.

Talvez eu tenha falado, falado, falado e não chegado em lugar algum com essa resenha, espero que não, mas deixo a recomendação, pois o livro é realmente lindo!




Beijos!


Resenha: Caçadores de Almas, Ana Beatriz Brandão

29 julho 2015



Título: Caçadores de Almas - Segredos e Maldições
Autora: Ana Beatriz Brandão
Editora: Novo Século
Páginas: 222
SKOOB
Um grupo de jovens unidos por um juramento. Uma garota resgatada de um ritual de magia negra descobre que carrega a chave que abrirá o portal para o inferno. Um rapaz misterioso, condenado a vagar pelo mundo caçando aqueles dos quais um dia foi aliado. Unidos, tentam livrar a Terra dos que querem passar para este lado. Serão eles capazes de superar seus piores medos e vencer essa guerra?

Sabe aquela resenha difícil de escrever pois o livro é muito bom e faltam palavras para descrevê-lo? Pois é, CDA é um desses livros!

Serena sempre foi uma garota normal. Excepcionalmente inteligente, tinha um namorado, uma melhor amiga e vivia com a família em uma cidade interiorana.

Quando coisas estranhas (e assustadoras) começam acontecer, ela que sempre foi muito cética, acredita se tratar de uma brincadeira de sua irmã. Mas as essas coisas continuam acontecendo, e acontecendo, e acontecendo e ela começa a ficar realmente assustada, e em uma tentativa de buscar apoio de Briana, sua melhor amiga ela descobre que Briana não é tão amiga assim (odinho dessa garota!).

Mas o nome de Serena (Serena Devens Stamel) praticamente carrega uma sentença, e isso a faz alvo dos Angeli, que a a levam para ser parte de um ritual macabro, e é aí que aparece Dorian no seu cavalo branco.

Dorian é um rapaz misterioso, que não fala e não mostra o rosto por causa de uma malição, mas mesmo assim é o líder dos Caçadores de Almas, um grupo de jovens~e outros não tão jovens, que tem como missão acabar com as almas que são trazidas do inferno nos rituais feitos pelos Angeli.

Logo após ser resgatada pelos Caçadores de Almas, Serena descobre que ela se tornou a chave para abrir um portal para o inferno, onde as almas estariam livres para possuírem quem bem entendessem.

Serena terá que descobrir como lidar com essa nova realidade, com as perdas que teve (não contei o que é pra não dar spoiler), e com um sentimento que um cara que nem fala despertou nela.
A cada passo que eu dava para mais próximo do andar de baixo, mais congelante o ar ficava, até chegar a um ponto em que me fez parar para pensar. Aquilo não era natural. De jeito nenhum. Suspirei. A paranoia estava de volta...

Ainda não sei bem como me expressar para falar desse livro, ele me causou tantas sensações que é até difícil explicar. O que mais marcou foi o medinho é claro, pois comecei a ler o livro e na noite seguinte fui trabalhar (eu trabalho de madrugada, em um prédio sozinha, SOZINHA, e chego está escuro e saio está escuro o condomínio e os corredores do prédio também), por isso fiquei mesmo com medinho de ir trabalhar, e fiquei encantada também com a doçura que teve o romance, não aquela doçura que escorre mel, mas a forma como meu Dorian e a Serena foram se aproximando e se apaixonando.

Já tinha lido Sombra de Um Anjo da Ana, que também amei, e o Gabe que me perdoe, gostei mais de CDA.

Caçadores de Almas tem um enredo totalmente diferente de tudo que já li (SDUA também), os Caçadores são muito interessantes, desde a  forma que eles são "criados" até como lutam contra as almas.

Os personagens foram bem construídos, cada um tem sua devida importância no desenrolar da trama. Gostei muito da Serena, ela não é uma mocinha cheia de mimimis, o Dorian é um caso para ser estudado, onde já se viu um cara que não fala e não mostra o rosto ser tão apaixonante? Sério, tenho visto até briga por aí por causa dele e eu no meio hahaha! Ele tem um ar de mistério que cativa, que encanta e apaixona.
Outro personagem que merece destaque é Norman, um dos Caçadores, que com seu jeito doce, é um amigo pra todas as horas.

O final desse livro foi bem cruel, pois como terá continuação, deixa o leitor com aquela sensação de quero muito mais, então agora é torcer para o próximo ser publicado pra ontem!


O livro é narrado em primeira pessoa pela Serena e algumas vezes por Norman, a escrita da Ana é muito fluída, só demorei pra ler porque queria adiar aquele momento horrível que um livro bom termina.
Laia Fencante Cellatre (Eles estão chegando)
A Ana criou também uma língua demoníaca, e apesar de quando citada no livro, tem também um dicionário logo no comecinho, fiquei fazendo várias combinações hahaha!




A diagramação do livro está bem bonita, a cada início de capítulo tem um quote, como mostrei nas fotos lá em cima, tem essa folha preta que dá um charme todo especial, e não sei o que dizer sobre essa capa, pois sou apaixonada por ela e depois que li o livro constatei que ela condiz totalmente com o enredo.

Nem preciso dizer que essa é uma leitura que super recomendo né?

Um livro que tem romance, demônios, rituais macabros, lutas bem descritas e que vai te deixar com medo do frio hahaha!

Supernatural me deixou com medo de quando as luzes piscam, Caçadores de Almas me deixou com medo do frio, é mole?

Beijos!






Resenha: A Jornada #SAGA2, Luiz Amato

28 julho 2015



Título: A Jornada
Autor: Luiz Amato Contato: a-amato@uol.com.br
Páginas: 174
Publicação independente
SKOOB
Conheça intimamente Los Sinistros. A enorme amizade que os une. Saiba quem é a paixão de Janis. Viaje com eles até Tihuacuatan, a terra dos Huancas e descubra seus segredos. Levante voo com uma família de Túrahk-turahkes. Você alguma vez já se imaginou em um ritual tenebroso, correndo risco de morte? Ou então aventurar-se na distante Cochinchina? Reme pelo rio Níger em uma expedição pela Africa Central. O que o nome Atlântida o faz lembrar? E Fonte da Juventude? Desvende o mistério que cerca a história do "Labyrinthe de la Mort". Tome café da tarde com a ultra aristocrata família de Sir Herbert Percival (será que você ficará chocada, ou terá câimbras de tanto rir). Conheça Marcel “Le Chein” Bofet e forme, você mesmo, sua opinião sobre ele.Tudo isso e mais um pouco na empolgante continuação de A Lenda. Quem sabe você achará o caminho para "A Revelação"

A Jornada é o segundo livro da série A Grande Aventura do autor Luiz Amato.

Enquanto em A Lenda somos  apresentados ao Professor Watters e seu fiel escudeiro Sajih, os padres do Setor de Lendas e nos deparamos com eventos extraordinários, em A Jornada iremos conhecer Los Sinistros, um grupo de jovens extraordinários (que foram alunos do Professor Watters), que de acordo com a profecia podem ser a chave para salvar o mundo de sua destruição iminente.

Cada um dos Los Sinistros tem um poto forte, e iremos conhecê-los em situações pra lá de inusitadas.

Pode-se dizer que A Jornada, assim como A Lenda são dois livros introdutórios para a série, pois apesar de acontecer bastante coisa, neles temos um contato mais profundo com a personalidade de cada personagem, assim como o que eles irão enfrentar.


Tive que colocar esse book trailer, pois o Luiz arrasou na escolha da música, hahaha!
O cheiro acre dificultava-lhe a respiração. Estruturas desabavam. Ele não acreditou no que via. Imensa explosão foi sentida. Uma cratera formou-se aos seus pés, tragando-o. Lágrimas escorriam-lhe pelo rosto.

A Jornada também é narrado em terceira pessoa, em capítulos curtos que deixam a leitura rápida e bem dinâmica, já que é exposto o ponto de vista de diversos personagens.

Todos os personagens são bem explorados e cada um tem sua devida importância no desenrolar do enredo.

Mais uma vez o Professor Watters roubou a cena com seu jeito espirituoso, de todos os personagens que foram apresentados até agora foi dele quem mais gostei, ele sempre me faz rir com suas tiradas engraçadas, dando uma leveza às reuniões para tratar à respeito do que fazer em relação à profecia.

E mais uma vez o Luiz consegue nos transportar para dentro das páginas do livros, ativando toda a nossa imaginação, nos fazendo sentir junto com os personagens e é uma leitura que sem dúvidas eu recomendo!

Beijos!



Resenha: Eu Estive Aqui, Gayle Forman

27 julho 2015



Título: Eu Estive Aqui
Título original: I Was Here
Autor: Gayle Forrman
Editora: Arqueiro
Páginas: 228
SKOOB
Livro gentilmente cedido pela editora parceira
Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal?A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos.Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida.Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.


E é com o bilhete e-mail suicida de Meg que inicia a história.

Meg era a melhor amiga de Cody, mas por conta da faculdade de Meg em outra cidade, e a falta de vontade de Cody de fazer algo por sua vida acabou as afastando.

Cody não entende o que levou sua amiga a tirar a própria vida, e quando os pais de Meg pedem para ela ir à Tacoma buscar os pertences de Meg, mesmo sem muita vontade ela vai, onde descobre certas coisas que não sabia à respeito da amiga, e não para por aí, pois ao mexer no notebook de Meg, ela descobre que sabia realmente pouco sobre a pessoa que Meg tinha se tornado e começa uma busca para entender os motivos de Meg, para fazer algo tão definitivo.

Durante sua busca, Cody se aproxima dos colegas de república de Meg, assim como Ben e por ele sente uma antipatia imediata, por ele ter usado e dispensado sua amiga, e conforme o tempo ela vai percebendo que ele não é o que parece.

A cada nova descoberta, Cody percebe que Meg escondeu muito dela, mas que ela também poderia ter sido mais próxima, embora não tenha sido a culpada, ela se sente mal por não ter percebido o estado emocional que a amiga se encontrava.


Eu Estive Aqui foi meu primeiro contato com a Gayle e gostei bastante, não foi aquela leitura arrebatadora, mas me prendeu do início ao fim.

O mistério que envolve o suicídio da Meg me deixou curiosa desde que a Cody começou a descobrir coisas que ela nem imaginava, o romance aconteceu de forma gradual e sem mimimis.

A Cody foi uma protagonista que gostei, pois ela amadureceu bastante durante a trama e mesmo que não tenha percebido o que estava acontecendo com a Meg, ela até se arriscou para descobrir o que aconteceu e trazer justiça à memória de sua amiga.

Sobre o suicídio, o que há por trás da decisão da Meg, tem algo comum, e algo que me deixou perplexa, imaginando se isso existe realmente na vida real, acho que talvez exista, mas não vou falar mais sobre para não dar nenhum spoiler aqui.

A narrativa é em primeira pessoa sob o ponto de vista da Cody, e bem fluída.


E mais uma vez a Arqueiro caprichou no envio, com essa caixa personalizada, botton, imãs que logo irão para meu pinel <3

Beijos!



Resenha: Rush Sem Limites, Abbi Glines

26 julho 2015



Título: Rush Sem Limites
Título original: Rush Too Far
Autor: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 189
SKOOB
Livro gentilmente cedido pela editora parceira
Rush sem limites conta a história de Paixão sem limites sob ponto de vista de Rush.
Rush merece sua reputação de bad boy. Com seus carros de luxo e sua mansão de três andares à beira-mar, o filho de um famoso astro do rock tem uma fila de garotas a seus pés. No entanto ele precisa apenas de duas pessoas para ser feliz: seu irmão postiço e melhor amigo Grant e sua meia-irmã Nan.
Até que Blaire Wynn chega à cidade em sua velha caminhonete. A beleza angelical da garota do Alabama logo chama a atenção de Rush. Mas, por causa de um segredo de família, ele decide manter distância de Blaire. Mesmo que ela precise de sua ajuda. E mesmo que ela lhe desperte sentimentos desconhecidos.
Órfã de mãe e abandonada pelo pai, Blaire está sozinha no mundo – porém Rush entende que se aproximar dela pode destruir a vida da irmã, a quem protegeu desde que eram crianças. A relação secreta entre as duas e o ódio que Nan nutre por Blaire são mais do que bons motivos para Rush manter-se afastado. Só que ele não consegue. O desejo fala mais alto.
Depois do sucesso da trilogia Sem Limites, Abbi Glines leva os leitores de volta ao início dessa história de amor. Em Rush sem limites, você entrará na mente do bad boy que já conquistou milhões de fãs mundo afora.

Que essa nunca foi minha série preferida é fato, principalmente por ter lido depois dos livros da Jamie McGuire, entre outros do gênero, mas como gosto de romances depois de ler o primeiro e o segundo, que por sinal foi o melhorzinho, resolvi dar uma chance para Amor Sem Limites, e quem leu a resenha viu que achei o livro um tanto desnecessário, já que existem outros livros ambientados em Rosemary Beach que provavelmente daria para termos uma noção do que aconteceu com Rush e Blaire, sem ter que aguentar o mimimi, que piora a cada livro.

Em Rush Sem Limites, é contada a mesma história de Paixão Sem Limites, mas dessa vez Rush narra sua versão dos fatos, o porquê de ele ter tratado a Blaire tão mal quando ela chegou à sua casa, como ele viu que ela não era a interesseira que ele pensou e como foi se apaixonando por ela.

Neste livro temos mais contato com a megera da Nan, e meu Deus, que garota insuportável, mimada, egoísta, quase dá pra engolir o mimimi da Blaire quando a Nan entra em ação. Quase.

O Rush passa por vários conflitos internos, pois não quer magoar sua irmã, mas não consegue mais resistir ao desejo que sente por Blaire, mas se eu não tivesse perdido o encanto por ele em Amor Sem Limites, teria perdido nesse livro, ele não é tão chato quanto a Blaire, mas ele fala tanto no diminutivo que me deu nos nervos. Imaginem: boquinha, pezinho, perninha, bundinha, narizinho, entre outras coisas que não vou falar aqui pois acho desnecessário. Enfim, achei bem irritante esse tanto de diminutivos durante a narrativa.

O lado bom da Abbi é que ela tem uma escrita bem fluída, e se eu ler mais algum livro dela será por esse motivo, porque sinceramente a série Sem Limites me decepcionou um pouco. Os dois primeiros livros foram bons, mas os dois últimos foram um pouco desnecessários.

Beijos!

Lançamentos da Butterfly Editora

24 julho 2015



Olá pessoal!

A Butterfly Editora tem dois lançamentos super legais, vamos conhecê-los?

Despertando vidas apresenta exercícios e técnicas para melhorar significativamente sua saúde física e emocional, disposição e energia. Você poderá modificar seus estados emocionais, valores, crenças e níveis de consciência que determinam sua percepção de mundo e, consequentemente, ganhar qualidade de vida. Por meio de um modelo de alimentação e de condicionamento físico elaborado a partir dos princípios que regem uma função celular ideal, descubra como desfrutar de mais bem-estar com menos esforço.


Fábio Gabas, graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Catanduva (SP) em 1998, é médico clínico com especialização em medicina preventiva e integrativa, com prática ortomolecular. Faz parte do corpo clínico da Clínica Healthy, em São Paulo, e da Clínica Dr. Gabas, em Catanduva. É membro da A4M (American Academy of Anti-Aging Medicine), sócio-diretor da empresa HeartMetrix e idealizador do Programa Despertando Vidas, com atuação em todo o Brasil. Fábio Gabas é parceiro do Instituto HeartMath, de Bolder Creek, na Califórnia (Estados Unidos), pioneira nos estudos de coerência cardíaca. Além de palestrante e autor, Fabio Gabas é responsável pelas revisões técnicas dos livros A Biologia da Crença e Evolução Espontânea, de Bruce Lipton, PhD.



Você vai se divertir com o fascinante mundo das formas dos animais. Nesta obra, a artistaVanessa Franco Peretti criou desenhos a partir um padrão de cores e círculos batizado por ela de Bollidraws , conceito gráfico que une muitas curvas e movimento. São 30 belos desenhos, impressos em papel de alta gramatura, em folhas soltas que poderão ser emolduradas, tornando-se belos quadros de decoração.

Vanessa Franco Peretti, artista gráfica, formada em Arquitetura e Urbanismo e pós-graduada em Designer Gráfico pela Belas Artes (SP). Ilustradora por opção e apaixonada por cores e ideias inovadoras, tem a arte em seu DNA. Já desenvolveu trabalhos internacionais e foi premiada em diversos concursos. Entre as muitas das habilidades que desenvolve para o mercado é, também, lançadora de moda. Bollidraws® é uma marca registrada da artista.

Eu particularmente adorei a proposta desse livro de colorir, pena que minha LER não me permite ter mais nenhum :(
Beijos!

Resenha: Amor Sem Limites, Abbi Glines

23 julho 2015



Título: Amor Sem Limites
Título original: Forever Too Far
Autor: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 189
SKOOB
O destino fez de tudo para afastá-los. Mas o amor os uniu.Blaire Wynn conheceu Rush Finlay num momento muito difícil da vida dela, logo depois de perder a mãe e a casa em que morava. Filho de um astro do rock, Rush vivia num mundo de luxo, sexo sem compromisso e total despreocupação com o futuro.
Exatamente o oposto de tudo o que Blaire conhecia. Mesmo com tantas diferenças, a paixão entre os dois foi arrebatadora. Porém Rush guardava um segredo de sua família que levou ao fim do namoro e a um período de tristeza absoluta para o casal. Mas eles já não sabiam viver um sem o outro e cederam de novo àquele sentimento irresistível. Agora Blaire está grávida, eles estão felizes e planejam se casar. Mas nem tudo está garantido. O pai de Rush chega trazendo más notícias e novamente os antigos problemas de família podem fazer com que os dois se afastem.

Blaire e Rush finalmente estão juntos, mas Nan, irmã de Rush tem que aprontar, e é claro que Rush irá parir em socorro de sua irmã mais nova, o que leva o casal para Los Angeles, às vésperas do casamento dos dois, e muitos problemas surgem, deixando Blaire mais uma vez insegura quanto ao amor de Rush, pois ela tem dúvidas se ela e o bebê serão prioridade na vida dele.

Bom o livro é basicamente isso: Nan apronta, Rush corre para ajudá-la e Blaire fica choramingando.

Conheceremos outros personagens, como Dean, o pai de Rush, Harlow irmã de Nan por parte de pai, Kiro, o verdadeiro pai de Nan que é um nojento, personagens esses que tem pouca ou nenhuma relevância.

Na verdade achei o livro todo desnecessário, pois não trouxe quase nada de novo (só uma coisinha sobre o pai de Blaire que foi mais ou menos surpreendente).
A autora encheu muita, muita, muita linguiça para preencher as 189 páginas, teve mimimi demais, cenas de sexo desnecessárias, não porque Blaire está grávida, mas por outro motivo que não vou contar porque é spoiler.

A narrativa é em primeira pessoa, intercalando os pontos de vista de Blaire e Rush, e nesse livro temos outros dois personagens narrando dois, ou três capítulos, mais encheção de linguiça, pois não tinha nada relacionado com o foco da história.

Quote não marquei, pois fiquei tão decepcionada por achar o livro tão desnecessário que não consegui marcar nenhum.

Já leram o livro? O que acharam? Se decepcionaram também ou gostaram?
Beijos!

Leituras do Mês: Junho

16 julho 2015



Olá pessoal!

Acho que esse é o post das leituras do mês mais atrasado que já fiz, mas enfim, hoje vou mostrar o que li em junho!


Crônicas Românticas e Outras Histórias li o e-book que a autora me enviou, por isso não tem foto com os outros
Resenha AQUI

Resenha AQUI

Resenha AQUI

Resenha AQUI

Resenha AQUI

Resenha AQUI

Resenha AQUI

Resenha em breve

Resenha em breve

Resenha em breve

Eu surpreendentemente li bastante em junho, levando em conta que tive trabalho da faculdade pra finalizar, tive provas também, fora outras coisas que me tomaram um bom tempo, mas em compensação estou com tantas resenhas atrasadas que dá vontade de chorar haha!

Agora que estou conseguindo me programar direitinho, os posts no blog saião de segunda à sexta, e espero não ter mais problemas com relação à tempo e outras coisas que atrapalhem os posts.

Mas e sobre os livros? Já leram algum?

Beijos!


Lançamento Petit Editora: A Essência Divina do Amor

15 julho 2015



Olá pessoal!

Em julho a Petit Editora lança A Essência Divina do Amor, do autor Edson Rossato.


Orlando e Frederico são muito amigos. Cego pela inveja, Orlando, num acesso de fúria, mata o amigo, que era casado com Ana e com quem tinha um filho. No futuro, André e Clara, os amantes reencarnados, terão de enfrentar muitos desafios para provar que seu amor é verdadeiro e ultrapassa o tempo e a vida terrena. Caberá a Bernardo, o espírito reencarnado de Orlando, saldar suas dívidas com a existência passada.


Professor de língua e literatura inglesa há trinta anos, Eduardo Rossatto nasceu numa família espírita em Garça, interior de São Paulo. Aos 8 anos de idade mudou-se para São José do Rio Preto e, aos 18, transferiu-se para São Paulo, onde vive desde então. Trabalhador no movimento espírita na área de evangelização por meio de cursos e palestras, acredita na instrução como poderosa ferramenta de autoconhecimento e amor ao próximo no processo de evolução espiritual. A essência divina do amor é o seu primeiro livro.


Beijos!

Resenha: Crônicas Românticas e Outra Histórias, Talita Facco

14 julho 2015



Título: Crônicas Românticas e Outra Histórias
Autora: Talita Facco
Editora: Multifoco
Páginas: 72
SKOOB


Crônicas românticas e outras histórias reúne dez textos sobre o cotidiano de casais e adolescentes em diversos momentos do ano. Tudo isso com uma linguagem super jovial e cotidiana leva a nos identificarmos com os acontecimentos das histórias e com seus personagens.




O livro consiste em contos sobre o cotidiano de várias pessoas, como um jovem casal no início do casamento, relacionamento entre mãe e filho, um casal esperando o primeiro filho, as estações do ano, entre outras coisas.

Como o livro é bem curtinho, li em menos de meia hora, e quando finalizei a leitura, fiquei com uma sensação gostosa.

Não há nada de extraordinário por trás de todos os contos além do fato de se tratarem de acontecimentos cotidianos, acontecimentos que poderiam acontecer na vida de qualquer pessoa, na minha, na sua que está lendo essa resenha.

Não consigo encontrar uma forma de dizer mais sobre o livro, mas deixo a recomendação pra quem gosta de contos ou simplesmente para quem está à procurar de uma leitura leve, gostosa, e apesar de não ter um spoiler que atrapalharia a leitura de alguém, não sou dessas que sai contando o livro todo, então perdoem-me se a resenha não tenha ficado clara...




Beijos!


Lançamentos Arqueiro e SDE: Julho / 2015

13 julho 2015



Olá pessoal!

Vamos conhecer os lançamentos de julho da Editora Arqueiro e o lançamento da Saída de Emergência?

Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar.Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle.No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz.
As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon... e descobre que o amor é um jogo perigoso.No primeiro livro da série As Quatro Estações do Amor, Annabelle sai em busca de um marido, mas encontra amizades verdadeiras e desejos intensos que ela jamais poderia imaginar.

Segundo livro da trilogia Primos O’Dwyer, Feitiço da sombra é uma emocionante história sobre os maiores poderes mágicos que existem: o amor, a amizade e a família. Connor O’Dwyer se orgulha de chamar o Condado de Mayo de seu lar. É lá que Branna, sua irmã, mora e trabalha e onde Iona, sua prima, encontrou o verdadeiro amor. Foi nessa terra que seus parentes e amigos formaram um círculo de proteção que nunca poderá ser rompido... Até que um beijo põe em risco a segurança de todos. Depois de um breve encontro com a morte, Connor e a melhor amiga de sua irmã se entregam um ao outro. Eles se dão bem desde a infância e, depois do tórrido encontro, o rapaz tem esperança de que esse relacionamento evolua. Para frustração dele, no entanto, Meara se contenta apenas com o prazer do momento, temendo se perder – e perder a amizade dele. Essa mudança em sua relação pode abalar o círculo e permitir que uma perigosa ameaça ressurja aos poucos, como uma névoa. Para detê-la, Connor precisará novamente da família e dos amigos para despertar a força e a fúria que correm em seu sangue. Quem sabe pela última vez.

Emily Cooper sempre pensou que iria se casar e viver ao lado de Dillon Parker. Porém, após conhecer Gavin Blake, toda essa certeza foi por água abaixo. Arrebatada pelo sexy empresário, ela se entregou a uma paixão avassaladora, mas que logo foi abalada por uma dolorosa revelação.Mesmo com o fim do tórrido relacionamento, Emily percebe que está disposta a arriscar tudo para ficar com o homem que domina seus pensamentos e sonhos desde o dia em que se conheceram. Agora ela só pode se apegar à esperança de que Gavin ainda a deseje, apesar de todos os seus erros e defeitos.

Com o coração partido, Gavin se isola da sociedade e se fecha em um mundo autodestrutivo. Emily não está acostumada a ser forte, mas terá que encontrar dentro de si a coragem e a confiança necessárias para lutar por seu amor e trazer Gavin de volta.
Neste desfecho da série, os leitores ficarão ainda mais apaixonados por Emily e Gavin, envolvidos em uma jornada de perder o fôlego e acelerar a pulsação.

Peter Pan tem que morrer traz de volta o detetive Dave Gurney, protagonista de Eu sei o que você está pensando, Feche bem os olhos e Não brinque com fogo. “Uma sofisticada trama de suspense que os aficionados por mistério adorarão tentar resolver. Com um enredo tenso, cheio de intrigas inimagináveis, Peter Pan tem que morrer desafia a inteligência do leitor até sua dramática e espantosa conclusão.” – Library Journal No mais tortuoso romance policial escrito por John Verdon, o especialista em mistérios David Gurney dedica sua mente brilhante à análise de um assassinato terrível que não pode ter sido cometido da forma como os investigadores responsáveis pelo caso afirmam que foi. Detetive aposentado do Departamento de Polícia de Nova York, ele precisa cumprir uma espinhosa tarefa: determinar a culpa ou a inocência de uma mulher condenada pela morte do próprio marido. Ao descascar as diversas camadas do caso, Dave logo se vê travando uma perigosa guerra de inteligência contra um investigador corrupto, um cordial e desconcertante chefe da máfia, uma jovem linda e sedutora e um assassino bizarro que tem a altura e os traços de uma criança – aparência que lhe rendeu o apelido de Peter Pan. A uma velocidade assombrosa, reviravoltas assustadoras começam a ocorrer e Dave é sugado com força cada vez maior para dentro de um dos casos mais sombrios de sua carreira.

Não é preciso ser nenhum gênio para perceber que a vida de Drew Silver é uma sequência de decisões equivocadas. Faz quase uma década que sua banda de rock emplacou uma música, filha única de mãe solteira. Desde então, a banda se separou, sua mulher o largou e Silver tem assistido a vida passar, tocando em casamentos – quando aparece algum – e descontando os cheques cada vez menos frequentes que recebe pelos direitos autorais de seu único sucesso. Silver então descobre que a ex-mulher está prestes a se casar de novo e que a filha adolescente, Casey, está grávida. Para completar, depois de sofrer um derrame que o deixa incapaz de controlar a língua e guardar para si o que pensa, ele precisa de uma cirurgia no coração. Diante desse cenário, o músico fracassado depara com a pergunta decisiva: será que vale a pena salvar uma vida tão mal vivida? Assim, sob o olhar exasperado da família, ele toma a decisão radical de se recusar a fazer a cirurgia e dedicar o pouco tempo que lhe resta a tentar consertar o relacionamento com Casey e aproveitar a vida – mesmo que ela não dure muito. Com diálogos rápidos, irônicos e sagazes, Jonathan Tropper confirma sua habilidade em retratar com humor e perspicácia o lado oculto da família moderna.

Três personagens. Três histórias. Três brasis. Ligados através do tempo, do espaço e da realidade.Marcelina é uma produtora de TV que sai pelas ruas do Rio em busca do sucesso que lhe trará a fama. Quando uma ideia para um programa a faz rastrear o mais infame goleiro do futebol brasileiro, ela se envolve em uma antiga conspiração que ameaça não só a sua vida, mas também a sua alma.
Edson é um empresário de celebridades tentando sair das favelas de São Paulo em um futuro não muito distante. Um encontro inesperado o faz cair no mundo perigoso da computação quântica. Agora, sem ter para onde fugir em um Brasil em que cada rosto e centavo são rastreados, ele precisa salvar a própria pele.
Padre Luis Quinn é um missionário jesuíta que vasculha as profundezas da Floresta Amazônica do século XVIII em busca de um padre renegado que tenta estabelecer um império. Mas o que ele encontra ali põe em xeque a sua fé e a própria realidade.

E esses são os lançamentos de julho Arqueiro e SDE, e aí? Gostaram de algum? Eu gostei de vários hahaha!

Beijos!

 
A. Libri © Copyright 2017 ♥ Ilustração by Vexels.com ♥ Design by Kris Monneska.