domingo, 14 de junho de 2015

Resenha: Os Imortais de Meluha #Trilogia Shiva 1, Amish

Título: Os Imortais de Meluha
Título Original: The Immortals Of Meluha
Autor: Amish Tripathi
Editora: nVersos Editora
Páginas: 394
SKOOB
Livro cedido pela editora
Os Imortais de MELUHA, primeiro volume da Trilogia SHIVA, é mais um lançamento da nVersos Editora e marca o início da história de Shiva, um homem que viveu cerca de 4.000 anos atrás, cujas aventuras eram tão grandiosas que as pessoas começaram a pensar nele como um Deus. A terra de Meluha, criada por um dos maiores monarcas, Lorde Rama, é um império cercado de perigos e ameaças, como a extinção do rio Saraswati reverenciado pelo povo, e que agora está lentamente secando. Eles também enfrentam ataques terroristas devastadores vindos do leste, a terra dos Chandravanshis. Para complicar ainda mais as coisas, estes parecem ter se aliado aos Nagas, uma linhagem de verdadeiros guerreiros que vivem à parte da sociedade em razão de suas deformidades físicas. A única esperança para os Suryavanshis é uma antiga lenda: Quando o mal atinge proporções épicas, quando tudo parece perdido, quando parece que os teus inimigos triunfaram, um herói vai emergir. Shiva é um rústico imigrante tibetano ou realmente esse herói? E afinal, ele quer ser esse herói? Desenhado de repente ao seu destino, por dever, bem como pelo amor, vai Shiva levar a vingança Suryavanshi e destruir o mal? Este é o primeiro volume da trilogia sobre Shiva, o homem simples cujo carma o transformou em o Deus dos Deuses.

A história se passa por volta do ano 1900 a.C. e acompanhamos a jornada do jovem Shiva, que em apenas 21 anos de vida já viu e viveu muita coisa.
Líder da tribo dos Guna, ele vive com seu povo no Monte Kailash (Tibete) com seu povo, até que é convidado para partir para Meluha, onde terá uma perspectiva de vida melhor para si e sua tribo.
Como ele é um líder justo, ele deixa a escolha entre partir e ficar nas mãos da tribo, e por ser o líder que é, todos partem junto com ele nessa jornada.

Em Meluha ele se depara com o que parece ser a sociedade perfeita, onde cada um tem sua determinada função, e aparentemente ele também, pois após alguns eventos ele se descobre com uma misteriosa garganta azul e começa a ser reverenciado por todos os Suryavanshis (povo de Meluha).

Mas é nessa sociedade perfeita que ele também encontra Sati, seu grande amor, mas as leis do lugar impedem que os dois fiquem juntos.

Logo Shiva começa a se questionar se essa sociedade é tão perfeita assim, não só pelo ocorrido com Sati, mas porque ele começa enxergar várias injustiças.
Seu destino é muito maior que essas montanhas gigantescas.
Apesar de tudo o que ele considera errado em Meluha, Shiva que passou a amar Meluha, sabe que precisa lutar contra os Chandravanshis, que covardemente se uniram com os Nagas, um povo muito cruel.
A respiração de Shiva sumiu quando ele se deparou com sua própria vida o encarando de volta. Seu coração bateu num ritmo frenético; podia jurar que havia sentido sua fragrânca favorita no mundo: o aroma do Lago Sagrado ao pôr do sol. Como antes, ficou maravilhado.
Só quem leu esse livro sabe o quão difícil é resenhá-lo. A cultura da Índia é riquíssima, e desde que li a Saga do Tigre que eu queria conhecer mais. Eis que o blog se torna parceiro da nVersos, e quando foi lançado o segundo livro da trilogia, eles me enviaram o primeiro também para não ficar perdida na história.



Eu imaginava que seria uma boa leitura, mas não imaginava que fosse ser maravilhosa como foi. 

Como já disse, a cultura da Índia é muito rica, e ninguém melhor que um indiano para escrever sobre o assunto.

O livro trás muitas referências a outros deuses hindus, descrições incríveis sobre os templos, rios, paisagens, tudo!

Também fala sobre amizade, lealdade, e como as coisas podem não ser o que parecem.

Fala também sobre o amor, não um romance meloso, cheio de frescurites (não que eu não goste), um amor que vem de outas vidas, pois Sati e Shiva são duas metades de um todo, é lindo.

As guerras também são bem detalhadas, brutais, assim como a dança de Shiva é linda, pois além de guerreiro, Shiva também dança divinamente.

Shiva tem seus traumas do passado, coisas que aconteceram e deixaram marcas em quem ele é, um sentimento de culpa que trás pesadelos, quando não faz isso, tira seu sono.

E sabe aquele livro que é tão incrível que é até difícil falar dele? Então, esse livro fez isso comigo, faz mais de duas semanas que terminei a leitura e relendo o que escrevi nessa resenha não expressa ainda o que senti.






A nVersos caprichou na edição do livro também, tem um pequeno mapa na orelha, e nas últimas imagens temos o símbolo do "Om".

E eu não sei mais o que falar desse livro sem dar spoiler, então vou ficando por aqui e deixando essa recomendação, o livro é MARAVILHOSO!

Beijos!
 

18 comentários:

  1. Oi Angélica!
    Sei bem o que você sentiu com esse livro, me senti assim quando terminei de ler O Conto da Deusa, não tinha como passar aos outros o que senti com o livro e acho que Os Imortais de Maluha, fará a mesma coisa comigo se eu pegar para ler e eu acho que vou, viu!? A Capa não me chamou muito a atenção, mas a sua resenha está tão animada e tão bem explicadinha que quero ler o livro!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  2. MEEEEU DEUS, preciso desse livro! Ganhei um maravilhoso vale-presente no Dia dos Namorados e corri para a livraria. Adivinhe? Procurei por esse livro, mas só tinha o volume 2. Que tristeza! Enfim, pretendo ler esse livro o quanto antes, menina. Adorei saber que há uma fantasia como essa, baseada na mitologia indiana! Sua opinião só me deixou com água na boca, hahaha.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Angelica, esse livro parece ser incrível, gostei do enredo e dele trazer um pouco da cultura indiana <3 pela resenha deu para perceber que foi uma ótima leitura o que só me deixou com mais vontade de lê-lo, espero poder ler essa trilogia em breve <3

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  4. Oiiie
    Nossa, que bom que gostou tanto assim haha é ótimo quando superam nossas expectativas. Eu não tenho nenhuma curiosidade sobre o livro, então ão está na lista :(

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Angélica! Já havia ouvido falar desse livro e fiquei bem curiosa. Tanto a narrativa quanto os elementos inseridos na história devem ser riquíssimos. Fiquei com vontade de saber mais sobre a cultura indiana e sobre a jornada de Shiva. A edição está linda, mesmo! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oii Angélica, tudo bem??? Quanto tempoooooooo.
    Adorei sua resenha e acho que ia curtir bastante o livro. Tenho muita vontade de ler a saga do Tigre :)
    Na verdade, eu já comprei, só me falta tempo para ler agora, kkkk
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Recebi ótimas recomendações desse livro, e fiquei super curiosa pela leitura... Gosto de culturas orientais, e acho que ler este livro iria me fazer conhecer um pouco mais sobre a cultura indiana...
    A edição é linda ^^

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Ainda não conhecia o livro, mas gostei da premissa dele e do contato com sua resenha, ela me trouxe informações suficientes para acrescentá-lo à lista de futuras leituras :D

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não conhecia o livro e achei o enredo bem interessante. Apesar disso, não é o tipo de livro que gosto de ler, então não sei se faria a leitura dele no momento...
    Mas já está anotadinho aqui, você disse que é maravilhoso, pode ser que eu leia futuramente =)
    Adorei a resenha!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  10. Olá flor.
    Adorei a resenha.
    Tenho visto muita coisa positiva sobre essa trilogia, e achei a história muito interessante ainda mais por ser uma cultura que muitas vezes é desprezada, mas que é tão rica quanto as outras.
    Vai para a minha lista de desejados. ^^

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Só tinha lido uma resenha sobre o livro (negativa) antes de ler a sua. Não sei se leria por não fazer muito meu estilo de livro mas bate uma curiosidade por saber que você apreciou tanto. Pelas suas fotos a edição está realmente muito bonita. Gostei.
    BEIJOS
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie! Tudo bem?

    Menina, que resenha maravilhosa! Tudo na medida certa. Sério. Eu to com vontade de correr na livraria e comprar um exemplar! hahahah Já foi adicionado a lista de desejados. E realmente... Eu imagino quão difícil é resenhar esse livro. Fiz um trabalho na faculdade sobre a cultura da Índia e fiquei impressionada com a riqueza cultural deles.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  13. Eu particularmente não gosto muito desse tipo de história, que mexe com o sobrenatural e talz, mas amei a resenha, muito bem escrita.
    Bjs, Isabella
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Angélica!
    Como é bom fazermos uma leitura que nos deixa assim maravilhada, não é mesmo?
    Pelo visto, o livro é fantástico!
    Fiquei bem interessada e já anotei a dica, pois a Índia também me fascina, com toda a sua múltipla e rica história cultural e religiosa.
    E você acredita que eu ainda não conhecia o livro Os Imortais de Meluha?

    Beijos!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi... tudo bem??
    Eu gostei muito de sua resenha... achei incrível... porque também curti a cultura da Índia.. saber desse livro me deixou com expectativas... achei super válido os pontos levantados... saber um pouco desse Deus adorado por ele foi demais... xero!!

    ResponderExcluir
  16. Oi, já tinha lido uma resenha desse livro e não tinha me interessado, mas lendo a sua resenha eu tive curiosidade e vontade de lê-lo com certeza, achei essa capa bem diferente e essa coisa de cultura da india no livro nunca li nada assim, tenho a saga do Tigre mas ainda não li. Pois bem, está ai uma oportunidade boa de leitura e se você custou fazer a resenha é porque o livro é realmente fodástico. Coloquei na lista de leituras.

    Ótima resenha, parabéns, se expressou muito bem.

    bjs

    ResponderExcluir
  17. Oie, tudo bom?
    Também passo por isso quando leio um livro incrível, faltam palavras para defini-lo. Bom, tinha lido sobre esse livro em outros blogs e foram sempre elogios. Eu tenho muito interesse na cultura indiana porque já li um livro sobre o assunto e amei.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. oi, flor!
    Estou vendo muitas resenhas positivas desse livro e a cada uma fico mais interessada. Acho a capa muito misteriosa e isso aguça a nossa imaginação e por se tratar de um tema com uma cultura diferente acho que isso agrega ainda mais valor a obra.

    Parabéns pela resenha.
    Beijocas da Deebs!

    ResponderExcluir

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyright © A. Libri | Layout e personalização por VR Design