segunda-feira, 30 de março de 2015

Resenha: Metamorfose da Vida, Marcia de Assis

Título: Metamorfose da Vida
Autora: Marcia de Assis
Editora: Baraúna
Páginas: 268
Livro cedido em parceria com a editora.
SKOOB
Clique AQUI e adquira o seu no site da editora.

Vida Sinclair, uma jovem escocesa, se vê sozinha no mundo quando seus pais adotivos são assassinados. Ela descobre, através de uma tia misteriosa, que foi adotada porque a mãe biológica morreu num acidente de automóvel, e que seu pai biológico é uma antropólogo de quem não se tem mais notícias desde que partiu para o Brasil, em meados de 1979. Vida cresce, torna-se antropóloga e empreende uma expedição para encontrar o pai. Mesmo o encontrando, ela se sensibiliza com a situação da tribo ameaçada pela ação predatória de uma madeireira ilegal. Juntamente com Blake, um colega de turma por que nutre os antagônicos sentimentos de atração e intolerância, José Antônio, seu vizinho português que cria um plano para acabar com a extração ilegal de madeira, e Amana, sua meia-irmã índia, Vida descobre que, apesar das distâncias, as ações de todos nós afetam até mesmo quem vive em outro continente, pelo fato de tudo estar ligado numa rede invisível tecida pelos criadores.

Bom, a sinopse já diz muito sobre o livro, então vou tentar ser mais objetiva.

Vida Sinclair vivia em Old Valley, um vilarejo localizado ao Norte da Escócia, onde todos viviam de forma amigável e sem nenhum tipo de tecnologia, estranho pensar que em 1996 alguém seria capaz de viver assim, mas eles eram.
Após a morte de seus pais adotivos, Vida é acolhida por uma tia que ela não sabia que tinha e levada para o "mundo real".

É aí que começa a "metamorfose da Vida", pois apesar de também ter um significado em outro momento importante na história, à partir do momento em que Vida sai de Old Valley, ela começa a conhecer as coisas do mundo, e é muito interessante acompanhá-la nessa jornada, conhecendo água encanada, a energia elétrica, secador de cabelo, televisão e tudo que o mundo moderno tem a oferecer.
Vida também descobre a verdade sobre suas origens, e o que levou Brianna, sua tia, a entregá-la para adoção em um lugar tão arcaico.
Aquilo soou mal aos ouvidos de Vida, como se não houvesse redenção, uma oportunidade para o arrependimento e recomeço.
Com a ajuda de Brianna, Vida dá uma guinada na sua vida e entre outras coisas ingressa na universidade de Edimburgo, onde descobrirá mais ainda sobre suas origens e decide vir para o Brasil procurar seu pai, com a esperança de que ele esteja vivo.
Aqui no Brasil muitas aventuras e desafios que ela sequer havia imaginado a esperam.

O livro envolve magia, mitos e foi tudo muito bem trabalhado.
Vergonhosamente não conheço quase nada da cultura indígena, mas gostei como o tema foi abordado e que foi abordado, pois é tão difícil ver algum livro que aborde essa cultura tão linda.
Parte do livro se passa na Escócia e foi tudo bem retratado (que país lindo!).
A narrativa é bem fluída e feita em terceira pessoa, proporcionando uma visão mais ampla sobre todos os personagens, alternando entre o presente e o passado, que é quando Vida está ouvindo as histórias sobre o passado.
Vida é uma garota determinada, que batalha para andar com as próprias pernas, depois de ter vivido isolada do mundo por tanto tempo. Brianna achei ela muito misteriosa e acho que ela esconde algum segredo importante e perigoso, e os outros personagens, como José Antônio, Blake e Amana tem um papel muito importante em certo momento.
Gostei bastante do final apesar de algumas pontas soltas que ficaram, mas eu acredito que o livro terá uma sequência. Espero que sim.
Vida quis chorar, porém as lágrimas sequer se formavam. Doía muito saber que tudo podia ter sido diferente.

Participem do sorteio que está rolando aqui no blog! Clique AQUI.

Por isso é hoje pessoal!
Bjs e até a próxima!


20 comentários:

  1. Um nacional com continuação <3
    Parece super interessante, pois eu adoro mitos .

    Aproveitando a oportunidade, você foi indicada em uma tag e pode ver tudo sobre ela aqui: http://orelhadapagina.blogspot.com.br/2015/03/tag-como-eu-leio.html .

    ResponderExcluir
  2. Olha, por razões ideológicas, o livro não me chamou atenção...
    a resenha ficou linda, mas gostaria de um livro com tal perfil onde a comunidade indígena fosse protagonista, já não basta toda a porcaria que o homem branco fez a comunidade indígena, eles ainda são salvadores?
    Estou cansada disso!
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Confesso que não é uma leitura que eu faria de cara porque não foi um livro que me chamou muita atenção. Digo, achei legal que a cultura indigena seja abordada, mas eu tenho muito medo de que não tenha sido feita propriamente e que a própria narrativa do livro prejudique a história. Não vou dizer que jamais leria, mas provavelmente esperaria um pouco mais pra um livro assim.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Uau, que resenha maravilhosa, é bem o tipo de livro que adoro ler, e por se passar no Brasil nem preciso falar nada, acho bem bacana essa ideia da autora de misturar diversos elementos sentimentais como o fato de conhecer um pai que nunca viu na vida e uma meia-irmã que nem sabia que existia, adorei sua resenha.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Bacana a premissa do livro Angel, e sua resenha ficou incrível!
    Estou bem empolgada para ler esse livro,
    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Que nome peculiar para um personagem, rs... Mas pelo que entendi é emblemático por causa da história. Não me atraiu muito e provavelmente eu não leria. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Angelica, tomara meso que o livro tenha continuação e resolva estas pontas soltas que você citou.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Poxa, parece ser um livro bem interessante, pois a premissa dele é muito atraente e diferente, fiquei bem curiosa pela leitura, a sua resenha está ótima ;)

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Catharina
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Fiquei tão dividi em relação a esse livro. Quero dizer que me chamou muita a atenção, mas também tenho muito medo de não ter haver responsabilidade no tratamento de um assunto tão caro para o Brasil.

    De qualquer forma, desejo que o livro seja um sucesso que inspire outros autores a trabalharem o tema do desmatamento.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá,interessante. A capa não me agradou de cara, mas depois ler a resenha, achei apropriada. rs. Fiquei na dúvida se leria ou não. Mas, pelo seu ponto positivo na resenha. Leria, sim. Ótima resenha.

    beijinhos

    http://livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro, mas só de ver a capa me conquistou e a resenha então me deixou louca para ler. Eu amo esse tipo de livro e eu com certeza vou ler, ja o coloquei na minha lista. Muito grata pela dica :)
    Bjss
    http://viajandopelapaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Angelica...
    Eu não conhecia esse livro e também nao conheço muito sobre a cultura indigena, mas sabe que fiquei curiosa...
    Adorei a sua resenha, como sempre haha

    beijos
    Mayara

    ResponderExcluir
  13. Oi Angelica! Também não conheço nada da cultura Indígena e fiquei um tanto curiosa após você dizer que é um tema bem trabalhado no livro, espero ter a oportunidade de ler :)
    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Oi, Angélica! Se envolve certo mistério e magia, eu to dentro! Hahahah Sem o seu texto eu nem procuraria esse livro por conta própria, mas darei uma chance a ele. Se eu não gostar, minha mãe gostará. (Geralmente é assim)
    Beijinho!
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu acho que já vi algo sobre esse livro, mas ele não chama muito a minha atenção, até que tem uma capa bonita e uma sinopse atrativa, mas não é algo que eu leria no momento, mais ainda porque tenho vários livros na fila :c

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Ola Angelica adorei saber que o livro envolve magia , adoro esse tema , e fiquei bem curiosa sobre essa metamorfose sobre a protagonista. Dica anotada para ler em breve . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  17. Olá ^^
    Primeiro... QUE CAPA LINDA É ESSA? Série, eu tive que parar para admirar. Tenho esse costume de me apegar a algumas capas e querer tê-las embelezando a estante, esta com certeza é uma delas.
    A história também chamou minha atenção, acredito que tenha os elementos principais para me envolver :D
    Pretendo ler em breve *--*

    ResponderExcluir
  18. Oi oi!
    Gostei bastante da premissa do livro, parece ser do tipo que vai me prender e que não vou largar até terminar hahahaha
    Sem falar que essa capa é linda!
    Anotado na wishlist, espero poder ler em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Mais uma autora nacional, eu também estou na onda dos livros nacionais e descobrindo cada talento, esse parece muito bom vou anotar a indicação.

    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Mais uma autora nacional, eu também estou na onda dos livros nacionais e descobrindo cada talento, esse parece muito bom vou anotar a indicação.

    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyright © A. Libri | Layout e personalização por VR Design